Menu

Blog

09 de Maio de 2016

Manus x Machina


Entre o surgimento da alta-costura e do prêt-à-porter na metade do século XX, as discussões entre o manual e o manufaturado perduram até hoje. Não é segredo que em épocas o feito à mão é mais apreciado, enquanto em outras as máquinas são as celebradas da vez.



Desse eterno embate surgiu a exposição “Manus x Machina – Fashion in an Age of Technology”, que promete uma reconciliação do artesanal e do industrial. Com curadoria de Andrew Bolton, a mostra elencou 120 modelos que estão expostos no Metropolitan Museum of Art de Nova York, e que mostram que, na verdade, as mãos e as máquinas trabalham juntas.



“A impressão 3D, por exemplo, é feita por uma máquina, mas o desenho é realizado por uma pessoa e a programação da impressora também”, exemplifica Andrew. “Robôs ainda não têm autonomia criativa. Temos de estar sempre presentes no processo de produzir moda. Eles cometem erros apenas se forem programados para isso”.



Entre as plumas unidas manualmente por Saint Laurent em 1969 e as penas de silicone cortado a laser criadas por Iris van Harpen em 2013, a exposição é um prato cheio para os amantes de moda e fica até agosto no MET.


Sobre o autor

Renauxview

Comentários

Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades da Renauxview

Fique tranquilo nós também odiamos spam ;)