Menu

Blog

15 de Janeiro de 2019

Quatro décadas de Andy Warhol

Poucos artistas conseguem se manter tão atuais e reconhecíveis em sua arte como Andy Warhol. Com uma estética singular e técnicas não tradicionais, Warhol compreendia com maestria o poder das imagens na vida contemporânea, e hoje sua pop-art é reproduzida no mundo inteiro.

Suas repetições, distorções, cores e adoração de ícones culturais antecipou, de maneira caricata, os profundos efeitos - positivos e negativos - da atual era digital e, principalmente, do efeito das redes sociais na nossa vida. E é assim que a exposição Andy Warhol - From A to B and Back Again o apresenta ao século XXI.

A primeira retrospectiva organizada sobre o artista nos Estados Unidos desde 1989, a mostra reúne mais de 350 trabalhos no Whitney Museum, em Nova York, incluindo materiais encontrados após a sua morte em 1987. Ao todo, a exposição conta com três andares onde os visitantes podem viajar por quatro décadas de trabalho do artista.

E garantimos, parece pouco! As mais diversas fases e técnicas de Warhol estão expostas, desde o início da sua carreira como ilustrador comercial nos anos 50, passando pelas icônicas obras de pop-art nos anos 60, com suas reproduções mecânicas, pinturas à mão e silver screens, até seu trabalho experimental no cinema e suas diversas instalações.

A exposição fica até março deste ano em Nova York e depois segue para o Museu de Arte Moderna de São Francisco e para o Instituto de Arte de Chicago. Quem estiver com viagem marcada para os Estados Unidos, vale a pena incluir no roteiro!

Sobre o autor

Comentários

Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades da Renauxview

Fique tranquilo nós também odiamos spam ;)